segunda-feira, março 21, 2011

Blogagem Coletiva: os Arcanos na sua linha do tempo




"Os Arcanos na sua linha do tempo".
"Instantes marcantes e Arcanos que recriam seus momentos e memórias, essa é nossa pauta agora.
Na trilha do livro da vida há um ou mais de um Arcano que registrou ou irá registrar suas experiências e vivências, nosso convite é tecer com você esse percurso, identificando esses Arcanos e a essência que eles guardam da sua linha do tempo. Afinal lidar com eles é um infinito exercício de aprendizagem e reflexão, lembrar do nosso passado mediante eles é exercitar de fato as lições que eles carregam".



Ano-Novo astrológico e nova proposta para blogagem coletiva feita pelo Divinare. 
Meu nascimento foi marcado por uma cirurgia (cesariana). Por conta de uma infecção hospitalar minha mãe teve que ficar 1 mês internada e eu fiquei lá com ela. Bom, vendo esta fase da minha vida, acredito que vim ao mundo influenciada pelo Pendurado e pela Imperatriz,  com minha mãe se sacrificando para eu poder ficar pertinho dela.
Minha adolescência foi marcada pela Lua e pelo Enamorado... Ao mesmo tempo que meu lado consciente aceitava que eu estava crescendo, meu inconsciente tinha medo, eu não queria decidir a me aceitar como um ser independente da minha mãe e da minha família. 
Na época da faculdade eu estava vivendo O Louco. Tudo era novidade, não tinha compromisso com nada... Até que conheci meu marido e vivi a fase do Sol, para depois formalizar tudo numa coisa bem Papa.
Quando fiquei grávida, voltei pra fase da Lua. Foi a minha segunda fase da "noite escura da alma", não lidei bem com as mudanças físicas, emocionais... daí pra Torre não demorou. Tive que encarar a verdade de que não dava mais pra ser quem eu era na marra. Depois disso, consegui curtir meu filho e entrar na fase Rainha de Ouros, cuidando das coisas práticas da vida porque no momento tinha alguém indefeso precisando de mim.
Quando meu pai morreu não vivi a Torre, como pensei que viveria quando isto acontecesse. Foi a Morte quem apareceu e meu pai me passou a última lição: o desapego. Lembro que fiquei muito triste, claro, e no dia tirei uma carta pensando qual lição eu poderia tirar daquele momento e a carta foi o Ás de Copas. Quem ama não tem apego, deixa ir.
Agora estou numa fase boa, trabalhando com o que gosto, não dá ainda para me sustentar disso, mas com certeza A Sacerdotisa sabe o que é certo para ela, O Eremita não mede esforços para aprender mais e mais e O Mundo me espera.

3 comentários:

Pietra disse...

Mais uma Torre, senhoras e senhores, hihihihi
Obrigada por participar, querida!
Bjos

Arthemise disse...

É!!! Essa torre está com tudo e não está prosa!
rs
bjinhos

http://blogcolchaderetalhos.blogspot.com/

Luciana Onofre disse...

Achei teu relato belo, e fico feliz muito mesmo, em que mediante nossas blogagens, tenhamos a chance de criar elos e conhecer o âmago de pessoas como tu.